Jesuseapalavra.com
" Ide por todo o mundo
e pregai o evangelho."
                 Marcos 16:15
Copyright©Todos os Direitos Reservados 2007-2017 Jesuseapalavra.com
Revistas
Entrega Obediente
Analisando o Conselho Divino
Ao se defrontar com o maior desafio em Sua vida,jesus silenciosamente Se retirou para o Getsêmani.Ele havia visitado anteriormente esse isolado olival que fazi vista para Jerusalém em muitas outras ocasiões.Ale Ele podia ficar sozinho e derramar a alama ao Pai celestial.Longe do acotovelamento e aglomerado das multidões,podia estar em íntima comunhão com Deus.Naquela noite repleta de consequências eternas,levou consigo Pedro,Tiago e João.Ansiava estar na companhia deles,em comunhão e oração naquele momento crucial da história da Terra.Jesus estava a pouca distância deles quando caiu em agonia e exclamou:"Meu Pai,se possível,passe de Mim este cálice!Todavia,não seja como Eu quero,e sim como Tu qures"(Mt 26:39).
Compreendendo os horrores que estavam diante dEle,implorou ao Pai que Lhe tirasse o cálice de aflição que estava prestes a beber.Se tivesse sido possível,teria evitado a traição de Judas,a sala de julgamento de Pilatos,o chicote romano,a corao de espinhos e a cruz.Jesus percebeu que não seria fácil passar pelo sofrimento que tinha diante de Si.No Getsêmani,compreendeu plenamente que o pecado iria destruir Sua vida no Calvário.Mesmo diante de tão grande sofrimento físico,agustia mental e trauma emocional,Jesus tomou a decisão de cumprir a vontade do Pai.
A oração que fez no Getsêmani resume o princípio que orientou Sua vida."Não se faça a Minha vontade,mas a Tua "era Sua norma de vida.Em cada decisão que tomava,estava comprometido em fazer a vontade do Pai.Essa era a lição que Seus discípulos teriam que aprender não muito  tempo depois,durante os dez dias que passariam no Cenáculo.Em torpor e sonolência,não conseguiram compreender a importância daquele momento.
Os três textos bíblicos a seguir descrevem o propósto unico de Jesus:
* Falando profeticamente,o salmista coloca estas palavras na boca do Salvador:"Deleito-me em fazer a Tua vontade;ó Deus Meu,sim, a Tua lei está dentro do meu coração"(Sl 40:8).
* E Aquele que Me enviou está comigo,não Me deixou só,porque Eu faço sempre o que Lhe agrada" (jo 8:29)
* Então,Eu disse:Eis aqui estou (no rolo do livro está escrito a Meu respetio),para fazer,ó Deus,a Tua vontade"(Hb 10:7).
O Unico Objetivo de Jesus
O objetivo unico de Jesus era fazer a vontade do Pai.Em toda a Sua vida glorificou a Deus.A obediente entrega de Jesus ao Pai era um canal pelo qual as bençãos celestiaisi fluíam para a Terra.Hoje,da mesma forma ,o poder do Espírito Santo é derramado por meio dos corações que a Ele se entregam.
Você acha que Pedro,Tiago e João ouviram a oração de Jesus no Getsêmani?Imagina que Sua fervorosa suplica tocou o coração?Eles devem ter ficado surepresos ao ver Sua determinação em fazer a vontade do Pai.Essa absoluta e total submissão dever ter causado um grande impacto na vida daqueles homens.Embora,nates do Pentecostes,não tenhma compreendido plenamente a inabalável lealdade,o exemplo que deu em Sua bida impressionou-os profundamente.Foi no Cenáculo,antes do Pentecostes,que realmente começaram a entender o que Ele estava tentando ensinar."Como numa procissão,cena após cena de Sua maravilhosa vida passou perante eles.Meditando sobre Sua vida pura,santa,sentiram que nenhum trabalho seria àrduo demais,nenhum sacrifêcio demasiado grande,contanto que pudessem testemunhar,na própria ,da amabilidade do caráter de Cristo"(Atos dos Apóstolos,p. 36.Foi no Cenáculo,quando juntos buscaram a Deus,que os discípulos se comprometeram totalmente em fazer a vontade do Pai."Cristo lhes enchia os pensamentos;e visavam ao avançamento de Seu reino.Na mente e no caráter,haviampse tornado semelhantes a seu Mestre,e os homens 'tinham conhecimento que eles haviam estado com Jesus'(AAtos 4:13)"(Atos do Apóstolos,p. 45).
A Submissão Faz a Diferença
Pedro era um homem diferente após o Pentecostes.Ele já não se enchia de medo ante as acusações dos oficiais do templo.Quando foi confrontado por esses líderes religiosos,e eles exigiram que parasse de pregar em nome de Jesus,o apóstolo responder:"Mais importa obedecer a Deus do que aos homens"(At 5:29 ARC).Sob a influência do Espírtio Santo,o exemplo de Jesus fez a diferença.Tal como seu Mestre,a unica ambição de Pedro era fazer a vontade de Seu Pai celestial.E o meso acontecia com cada um desses discípulos cheios do Espírtio.Eles estavam dispostos a enfrentar a perseguição,a prisão e até a morte por amor de Cristo.Por quê?
Os discípulos ansiavam fazer a vontade de Jesus.Eles deixaram de lado todos os seus projetos pessoais.Obedecer-Lhe tornou-se a coisa mais importante de sua vida.Igualmente,a fé que leva à submissão de nossa vontade à vontade de Cristo é a coisa mais importante na vida de todo cristão.Ellen White descreve essa submissão da seguinte maneira:
A submissão que Cristo requer,a renuncia da vontade, que admite a verdade em seu poder de santificar,que teme à palavra do Senhor,são produzidas pela operação do Espírtio Santo.Tem de haver uma transformação de todo o ser,coração,alma e caráter.[...]Unicamente junto ao altar do sacrifício e da mão de Deus,pode o homem egoísta,ganancioso receber a tocha celestial que revela a sua incompetência e o leva a submeter-se ao jugo de Cristo e aprender Sua mansidão e  himildade.
Como discípulos,precisamos encontrar-nos com Deus no lugar designado.Então Cristo nos pões sib a dureção do Espírito,que nos guiará em toda a verdade,colocando em submissão a Cristo nossa importância própria.Ele toma as cosas de Cristo,provindas de Seus lábios,e as transmite com vivo poder à alma obedientes.Assim podemos ter um conceito perfeito do Autor da verdade (Nos Lugares Celestiais [MM 1968],p. 236).
Uma Consagração Mais Profunda
Algo extraordinário aconteceu no Cenáculo.O Espírito Santo trouxe uma profunda convicção a cada um dos discípulos que ali orava.À luz do eterno sacrifício de Cristo na cruz,eles reconheceram que a própria entrega era superficial.Compreenderam que Deus estava apelando para um consagração mais profunda.Entenderam  a superficialidade de sua entrega pessoal à causa de Cristo,abriram o coração à plenitude da operação do Espírito Santo e consagraram a vida a fazer totalmente Sua vontade.Deus tinha então os canais abertos para,por intermédio deles,derramar o Santo Espírito.Essa entrega absoluta à vontade de Deus també prepara o coração para receber a plenitude do derramamento do Espírito Santo.A chuva serôdia será derramada no coração que a Ele se render.
Refletindo Sobre o Conselho Divino
Leia atentamente o seguinte texto extraído do livro Testemunhos Para Ministros,páginas 506-508:
"Pedi ao Senhor chuva no tempo da chuva serôdia;o Senhor que faz os relâmpagos,lhes dará chuveiro de àgua"(Zc 10:1)."E fará descer a chuva,a temporã e a serôdia:(Jl 2:23).No Oriente,a chuva temporã cai no tempo da semeadura.Ela é necessária para que a semente possa germinar.Sob a influência de fertilizantes aguaceiros,brota o tenro rebento.Caindo perto do fim da estação,a chuva serôdia amadurece o grão e o prepara para a foice.O Senhor utliza esses elementos da natureza para representar a obra do Espírito Santo.Como o orvalho e achuva são dados primeiro para fazer com que a semente germine,e então para amadurecer a colheita,assim é dado o Espírito Santo para lever avante,de ume stágio para outro,o processo de cresimento espiritual.
O amadurecimento do grão representa a terminação do trabalhdo da graça de Deus na alma.Pelo poder do Espírito Santo deve a imagem moral de Deus ser aperfeiçoada no caráter.Devemos ser completamente transformados à semelhança de Cristo.
A chuva serôdia,amadurecendo a seara da Terra,representa a graça espiritual que prepara a igreja para a vinda do Filho do Homem.Mas a menos que a chuva temporã haja caído,não haverá vida;a ramagem verde não brotará.Se a chuva temporã não fizer seu trabalho,a serôdia não desenvolverá a semente até a perfeição.
Deve haver "primeiro,a erva,depois,a espiga,e,por ultimo,o grão cheio na espiga"(Mc 4:28).Deve haver um desenvolvimento constante das virtudes cristãs,um avanço constante na experiência cristã.Isso devemos nós buscar com intenso desejo para que possamos adornar a doutrina de Cristo,o nosso Salvador.
Muitos têm em grande medida deixado de receber a chuva temporã.Não têm obtido todos os benefícios que Deus assim para eles tem provido.Esperam que as falhas sejam supridas pela chuva serôdia.Quando a maior abundância da graça estiver para ser outrogada,esperam poder abrir o coração para recebê-la.Estão cometendo um erro terrível.O trabalho que Deus começou no coração humano mediante Sua luz e conhecimento deve estar continuamente avançando.Cada indivíduo deve estar côncio de sua própria necessidade.Deve o coração ser esvaziado de toda a mancha,purificado para habitação do Espírito.
Foi pela confissão e pelo abandono do pecado,por meio de fervorosa oração e da entrega pessoal a Deus,que os discípulos se prepararam para o derramamento do Espírito Santo no dia de Pentecostes.O mesmo trabalho,apenas em grau mais elevado,deve ser feito agora.Então o agente humano só teve que pedir a bênção e esperar que o Senhor aperfeiçoasse a obra a seu respeito.Foi Deus que começou a obra,e Ele terminaá Sua obra,tornando o homem perfeito em Jesus Cristo.Mas não se deve negligenciar a graça representada pela chuva temporã.Só os que estiverem vivendo de acordo com a luz que têm recebido poderão receber maior luz.A não ser que nos estejamos desenvolvendo diariamente na exemplificação da ativas virtudes cristãs,não reconheceremos as manifestações do Espírito Santo na chuva serôdia.Pode ser que ela esteja sendo derramada nos corações ao nosso redor,mas nós nã a discerniremos nem a receberemos.
Em nenhum ponto de nossa experiência podemos nós dispensar a assistência daquilo que nos habilita a fazer justamente o começo.As bençãos recebidas sob a chuva temporã são-nos necessárias até o fim.No entanto,só não nos basta.Embora acariciemos as bençãos da primeira chuva,não devemos,do outro lado,perder de vista o fato de que sem a chuva seràdia,para encher a espiga e amadurecer o grão,a colheita não estará pronta para a ceifa,e o trabalho do semeador terá sido vão.Necessita-se da graça divina no começo,da graça divina em cada passo de avanço;só a graça divina pode comletar a obra.Não há lugar para nós descansarmos em descuidada atitude.Nunca devemos esquecer as advertências de Cristo:"Vigiai em oração"(I Pe 4:7)."Vigiai,pois,em todo o tempo,orando"(Lc 21:36).A ligação a cada momento com o Agente divino é essencial ao nosso progresso.Podemos ter tido uma medida do Espírito de Deus,mas tanto pela oração como pela fé devemos buscar continuamente mais do Espírtio.Nunca dá resultadi cessarmos os nossos esforços.SE não progredirmos,se não nos colocarmos na atitude em que tanto possamos receber a chuva temporã como a serôdia,perderemos nossa alma e a responsabilidade jazerá à nossa porta.

Marcos 16:15
10 Dias no Cenáculo