Jesuseapalavra.com
" Ide por todo o mundo
e pregai o evangelho."
                 Marcos 16:15
Copyright©Todos os Direitos Reservados 2007-2017 Jesuseapalavra.com
Revistas 
Educação - Forma e Transforma
Nossas instituições de ensino promovem o desenvolviemtno equilibrado da pessoa.
A educação adventista transmite mais do que conhecimento acadêmico.Ela promove o desenvolvimento equilibrado da pessoa como um todo - espiritual,intelectual,físico e social.A filosofia adventista de educação é cristocêntrica.Os adventistas creem que,sob a direção do Espírito Santo,o caráter e so propósitos de Deus podem ser conhecidos,conforme revelados na Bíblia,em Jesus Cristo e na natureza.Os adventistas reconhecem que os motivos,pensamentos e comprotamento humanos estão abaixo do ideal divino.Trabalhando juntos,os lares,escolas e igrejas cooperam no preparo do aluno para uma cidadania responsável e transcenente.A educação adventista busca desenvolver uma vida de fé em Deus e de respeito pela dignidade de todos os seres humanos.além disso,visa a edificar um caráter semelhante ao do Criador,estimular pensadores ao invés de levá-los a ser meros refletores dos pensamentos de outros,promover o serviço de amor em lugar da ambição egocêntrica,assegurar o desenvolviemtno máximo do potencial de cada indivído e adotar tudo o que é verdadeiro,bom e belo.
A Igreja Adventista do Sétimo Dia se compromete a prover ampla formação educacional e espiritual a suas crenças,jovens e adultos,no contexto da visão bíblico-cristã.A igreja estende essa mesma oportunidade a outras crianças e jovens da sociedade que partilham valores e ideias similares.A educação adventista busca manter a excelência acadêmica em todas as atividades de ensino e aprendizagem.
Um Pequeno início
Os adventista do Sétimo dia começaram sua busca por uma educação integral e de qualidade em 1853,dez anos antes da oficialização da igreja.Eram fiéis cristãos que queriam ensinar os filhos nos princípios e valores bíblicos,sem os riscos da secularização.Deu tão certo que em 1875 a organização fundou a primeira instituição de nível superior,o Battle Creek College,em Michigan,hoje conhecida como Andrews University.Não parou mais de crescer.São mais de 150 anos de qualidade e referência dessa que é a maior rede unificada de educação cristã no mundo,presente em 145 países com mais de um milhão de alunos e 107 universidades.
América do Sul
Na América do Sul,o processo se deu concomitantemente com os projetos missionários na região.O casal Craig se estabelceu em Buenos aires,em 1893,e fazia da própria casa uma escola,que depois funcionou na residência do também missionário pastor Frank Westpal.Os pioneiros queriam ensinar aos filhos os valores de caráter que julgavam necessários para formar pessoas de bem.Contudo,o que começou pequeno,em casas ou anexo a igrejas adventistas,cresceu e se tornou a gigantesca rede de educação de hoje.Por isso,olhar par o passado e para as diversas faces da Educação Adventista ajuda a entender que ela não é uma simples rede de ensino.
A Igreja Adventsita do Sétimo Dia,na América do Sul,possui mais de 867 instituições de ensino com mais de 226 mil alunos distribuídos em ensino fundamental,médio e superior.Mais de 137 mil no Brasil e 90 mil no Equador,Peru,Bolívia,Chile,Argentina,Paraguai e Uruguai.Um batalhão - cerca de 14.800 professores - é responsável pela formação desses indivídos que muitas vezes são atraídos pela bandeira da educação  integral,que foca a pessoa no seu todo - físico,mental e espiritual.
Essa história é bem visêvel em São Paulo e nos Estados do Sul do Brasil,que juntos possuem o maior contingente de alunos da Divisão Sul-americana: mais de 70 mil alunos.São amplas,bem equipadas e o programa de estudos é formado com as matérias do currículo oficial somadas a algumas bem pecuilares,como Educação Para a Vida,que entre outras coisas,ensina a cuidar dos afazeres dom3sticos,preparar uma refeição e estimula o empreendedorismo.
Foi na região Sul do Brasil que a Educação Adventista fez história,com o primeiro colégio particular fundado por uma família adventista em Curitiba, em 1896,e com a escola paroquial de Gaspar Alto,fundada um ano depois.
Na rede adventista de educação,tanto os grande e modernos quanto os pequenos e modestos têm atenção igualitária no fornecimento de serviços educacionais e estilo de convivência.Muda o lugar,mas a qualidade é a mesma.
Fortaleza de valores
Muitas vezes a história de uma pessoa é responsável por todo o desenvolvimento da região,como aconteceu no Sul do Peru,há 110 anos,com um jovem chamado Camacho,que se indignou com as condi1ões de seus conterrâneos do vilarejo de Cutimbo.Viu na educação adventista um meio de redimir as pessoas da ignorância e falta de esperança.Mais tarde,a abertura política e religiosa permitiu um trablaho amplo e efetivo.Hoje,ao contrário dos primórdios,a relação com as autoridades é tão boa que o governo instituiu 30 de setembro como o Dia da Educação Adventista.
Em todas as regiões em que está presente,a Educação Adventista mostra que o diferencial cristão é atrativo.No Norte do Brasil,por exemplo,os líderes ressaltam a Igreja Adventista como mantenedora da rede educacional,o que atrai pela idoneidade.A Faculdade Adventista da Amazônia está em processo de implantação,próxima à cidade de Belém,no Estado do Pará,Brasil.No Chile,país que se limita entre as Cordilheiras dos Andes e o Pacífico,a primeira instituição educacional adventista foi o Colégio Adventista de Pua,localizado no meio de um belo bosque nativo no Sul do país,terra de colonos,naquela época.Depois, o colégio foi transferido para Chillán,onde passou a se chamar Colegio Adventista de chillán e,mais tarde,Universidade Adventista do Chile.
No Per,a escola mais antiga é o Colégio Unión de Ñaña,fundado em 1919,em Lima,embrião da Universidade Adventista.A qualidade de ensino foi reconhecida com vários primeiros lugares ganhos pelos alunos dos colégios adventistas na olimpíada nacional de Matemática,promovida pelo Ministério da Educação Peruano.
No Equador,a Educação Adventista marca presença há 70 anos.Ali também há grande respeito e admiração pela rede e pelos resultados da educação integral.
A despeito da posição ideológica,os resultados expresivos na educação têm destaque próprio.Duas universidades federais brasileiras,no Rio de Janeiro e em Minas Gerais,resolveram alterar o calendário de vestibular para atender alunos adventistas que não poderiam fazer as provas no sábado.A boa relação com autoridades civis e o respeito dels pela rede adventista fica evidente com esses fatos.
Desafios
Os numeros são grandiosos devido a um trabalho árduo  que foi e é feito diariamente.Mas comemorar as vitórias não significa esquecer o que ainda precisa ser feito para melhorar.Além de ser uma escola particular,temos a vocação benemérita.Como instituição filantrópica,as escolas adventistas prestam atendimento a famílias carente com bolsas parciais ou integrais de estudo.
Tanto trabalho chamou a atenção da mídia.No Brasil e nos demais países da América do Sul,a imprensa tem publicado e veiculado matérias que mostram os diferenciais adventistas.Já se falou dos internatos,da alimentação nas escolas e do ensino criacionista.Talvez esta seja a síntese da Educação Adventista:uma escola fundamentada na Palavra de Deus.
Internatos Adventistas São Destaque na América do Sul
Na América do Sul,são 25 estabelecimentos que funcionam em lugares rodeados das melhores paisagens e longe dos grandes centros urbanos.Nos países hispanos,são 11 e no Brasil,14 internatos.
Em clima de respeito e livre de toda substância prejudicial à saude,com um estilo de convivência que permite a cada estudante crescer em seu domínio próprio,os internatos colaboram com os pais na formação integral dos filhos.
Com uma filosofia baseada nos princípios da Bíblia Sagrada,os alunos  adquirem em sua convivência valores de ordem respeito,responsabilidade,integridade,amizade,bondade,pasciência e fé em Deus.
Um programa que contempla assistência regular às aulas,horas de estudo,atividades práticas,atividades culturais,tecnologia,estudo de línguas estrangeiras,reuniões espirituais,atividades sociais e esportivas e atividades de serviço voluntário nas comunidades próximas é desenvolvido individual dos estudantes.Além disso,as modernas instalações,as bibliotecas,as espaçosas salas de aula,as confortáveis residências estudantis,a capela,campod e esportes,academias,ginásios,parque e a vida na natureza,unidos a uma alimentação balanceada e saudável,promovem a coeducação,fator básico para o desenvolvimento físico,mental e espiritual dos alunos.
Todos esses e muitos outros fatores tornam os internatos adventistas lugar ideal não somente para adolescentes que estudam nesses colégios,mas também para os jovens adultos que estudam em nossas 15 instituições de ensino superior e universidades na América do Sul.O testemunho de quem passou pela experiência de viver em um internato adventista é sempre de reconhecimento ao pessoal por ter ajudado a desenvolver um projeto de vida que lhes permitiu formar lares estáveis,alcançar êxito na vida profissional e ser uteis a sociedade.

Esperança Viva
Marcos 16:15