Jesuseapalavra.com
" Ide por todo o mundo
e pregai o evangelho."
                 Marcos 16:15
Copyright©Todos os Direitos Reservados 2007-2017 Jesuseapalavra.com
Revistas 
O Fim do Medo
    "Deus deve ser um sádico cósmico,esperando Seus filhos morrerem para lancá-los no inferno e serem torturados para todo o sempre.No diluvio,Ele nos tirou o fôlego,agora voltará para nos escalpelar com fogo e enxofre."
    Estas palavras foram escritas por um universitário agnóstico em uma de minhas redes sociais.Elas se juntavam a outras tantas,argumentando que Deus não existe e que,se existisse,Ele seria um inimigo.No mesmo contexto,me mandaram um charge em que jesus batia à porta do coração de alguém:
    Jesus: Toc,toc!
    Pessoa: Quem é?
    Jesus: Jesus Cristo.
    Pessoa: O que você quer?
    Jesus: Entrar.
    Pessoa: Para que entrar?
    Jesus: Para salvar você!
    Pessoa: Salvar de quê?
    Jesus: Salvar do que vou fazer com você,se não abrir essa porta!
    É evidente que muitas pessoas negam a Deus ou O rejeitam porque não O conhecem de verdade.Deus não é o que muitos pensam.Não é um Deus temperamental que exige nossa adoração e deseja que Seus caprichos sejam atendidos.Ele tamb 0233m não é sequestrador com uma arma na mão dizendo:"Obedeça-Me ou Eu mato você!"
    A Bíblia declara o contrário e tudo isso;ela diz que "Deus é amor" (1 João 4:8).Aliás, a unica religião que define seu Deus em uma unica palavra é cristianismo:Deus é amor!Note,Ele não contém amor,Ele não é apenas o doador do amor,mas Ele é amor.Isso nos ajuda a compreender o caráter de Deus.O Deus bíblico não tenta e não pode ser tentado (Tiago 1:13).Em Deus não há variação de humor,muito menos podemos diagnosticá-Lo com bipolaridade,pois Ele não muda (Malaquias 3:6).Ele é o mesmo ontem,hoje e eternamente (Hebreus 13:8).
    Por isso é tão importante conhecer a Deus por meio de Sua revelação nas Escrituras e não pela tradição ou por conceitos humanos.Se você quer conhecer a Deus,abra as Escrituras e olhe para Jesus.Ele declarou:"Quem Me vê a Mim vê o Pai" (João 14:9).Se Jesus é bondoso,se ele se importou com os desprezados,se cuidou dos maltrapilhos,então podemos creditar as mesmas características ao pai.
    Quando comeceu a apresentar o programa Está Escrito,pela TV Novo Tempo,um dos primeiros sermões que fiz questão de pregar recebeu o título:"Por que o inferno é bom?"Tentei desmistificar o assunto do inferno.Infelizmente,a maioria dos cristãos acredita que um inferno dentro dos fantasiosos padrões de Dante Alighieri,onde Satanás,todo vermelho,com rabo,chifres e tridente na mão,é atormentado e atormenta todos os seres humanos que não foram salvos de seus pecados.Isso começaria imediatamente depois da morte de cada pessoa e duraria por toda a eternidade.
    É lamentável que milhões de pessoas acreditam nesse mito,que é uma das maiores mentiras implantadas no cristianismo.O nome disso é "teologia do medo". As pessoas passam a obedecer a Deus pelo pavor de seresm torturadas por toda a eternidade,e não por amor.Quantas pessoas já se voltaram para o ateísmo ou agnosticismo por causa desse tipo de conceito antibíblico?quantas pessoas já negaram a fé em Deus porque acam isso inusto e inaceitável?
    A autora norte-americana Ellen G. White afirma no livro Testemunhos Seletos (vol. 1, p. 120).
    um inferno ardendo eternamente,pregado do pulpito e conservado diante do povo é uma injustiça ao benévolo caráter de Deus.Isso O apresenta como o maior tirano do universo.Esse difundido dogma tem encaminhado milhares ao universalismo,à infidelidade e ao ateísmo.
    A crença em um inferno eterno se torna uma fonte de medo.Entretanto,não percisamos desse tipo de medo,pois ele é infundado.O inferno eterno não passa de uma lenda.Precisamos deixar o medo do inferno para acreditar no Deus de amor.As duas coisas são incompatíveis.
    Imegine a situação de uma pessoa que tenha viviod em pecado durante 70 ou 80 anos.após a morte,ela seria mantida por Deus no fogo por milhões de anos sem fim.Isso não tem lógica e é uma afronta ao caráter de Deus.
    De uma coisa você pode estar certo(a):a Bíblia ensina em nenhum momento que os maus quimarão pelos séculos dos séculos.O mito de que o ímpio viverá eternamente torturado pelo fogo tem agastado milhões de pessoas sinceras de Deus e da Bíblia.Isso deveria ser um alerta de que alguma coisa está errada.Uma doutrina que afasta as pessoas de Deus não pode estar correta.
    A freira Teresa D'Ávila foi canonizada como santa pelo papa João Paulo II na festa da Misericórdia do Jubileu do ano 2000.Em sua autobiografia Vida de Santa Teresa de Jesus,ela declara que,certa vez,foi conduzida por um anjo até o inferno.Segundo ela,o objetivo dessa "viagem" era motivá-la a viver de forma pura e justa.Sua descrição é assustadora:
    A entrada pareceu-me semelhante a uma passagem estreita muito longa,como um forno baixo,escuro e constrangido;o chão pareceu-me consistir em água lamacenta,muito suja e de muito mau cheiro,com muitos parasitas e vermes imundos.No fim,havia um nicho na parede ao jeito de um pequeno armário;aí achei-me metida em muito estreito lugar.Tudo isso era nada,em comparação com o que eu sentia:Isto que eu descrevo está só mal expresso.
    O que senti,parece-me que não posso nem começar a exprimi-lo;nem pode ser entendido.Isto não era nada,porém,em comparação com o agonizar de alma:um aperto,um afogamento,uma aflição tão agudamente sentida, a e com tal desesperada e afligida infelicidade que atormenta,que eu não sei como exprimir;porque parece estar-se sempre arrancando a alma que se rasga em pedaços."
    O fato é que nãosei como dar uma descrição suficientemente poderosa daquele fogo interior e daquela gravíssima desesperação sobre tão dolorosos tormentos e dores.
    Só de ler dá arrepio na coluna e frio na barriga!Já imaginou o que seria sofre eternamente sem nenhuma esperança de cessar a dor?Um lugar onde você nunca mais encontraria uma pequena porção de felicidade?Que espécie de Deus seria esse se permitisse o sofrimento eterno?
    Por mais pideosa que tenha sido essa freira carmelita,do século 16,de uma coisa podemos saber:ela pode ter visitado qualquer lugar,menos o inferno,porque ele não existe.Deus nunca motivaria ninguém a ser bom usando o medo de torturas eternas.
    Precisamos saber o que as Escrituras Sagradas dizem acerca do assunto.Ao ler o que Deus afirma,percebemos que a questão é bem simpes e lógica do que muitos pensam.Em qualquer tema,a postura correta é fundamentar nossas crenças no princípio da tota e sola Scriptura.Ou seja,toda a Bíblia e somente a Bíblia.
    Existem duas palavras na Bíblia que são traduzidas por "inferno" na língua portuguesa.A primeira é She'ol,uma palavra hebraica cujo significado é "sepultura","lugar de desacanso" ou "lugar do silêncio".
    A segunda palavra é grega e corresponde ao She'ol do hebraico;trata-se de hades,que stambém significa "sepultura".
    Isso significa que todas as vezes que você ler a palavra "inferno" na Bíblia pode traduzi-la e compreendê-la como "sepultura".Quando a pessoa morre permanece dormindo incoscientemente no cemitério onde foi enterra.Ela não está no Céu,nem no inferno e muito menos no purgatório.Ela dorme.Veja o que diz a Bíblia em Eclesiastes 9:5 e 6:"Porque os vivos sabem que hão de morrer,mas os mortos não sabem coisa nenhuma,nem tampouco terão eles recompensa,porque a sua memória jza no esquecimento.Amor,ódio e inveja para eles já pereceram;para sempre não têm eles parte em coisa alguma do que se faz debaixo do sol" (itálico do autor).
    Portanto,a Palavra de Deus afirma claramente que não há consciência de nada durante o estado da morte,antes da ressurreição.Nem vida celestial nem vida infernal.Permanece apenas um estado de inconsciência,no qual todos os mortos aguardam a volta de Jesus para a ressurreição.
    Vamos a mais um texto:"Não queremos,porém, irmãos,que sejais ignorantes com respeito aos que dormem, para não vos entristecerdes como os demais,que não têm esperança.Pois,se cremos que Jesus morreu e ressuscitou,assim também Deus,mediante Jesus,trará, em Sua companhhia,os que dormem.Ora,ainda vos declaramos,por palavra do Senhor,isto:nós,os vivos,os que ficarmos até à vinda do Senhor,de modo algum precederemos os que dormem.Porquanto,o Senhor mesmo,dada a Sua palavra de ordem,ouvida a voz do arcanjo,e ressoada a trombeta de Deus,descerá dos céus,e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro" (1 Tessalonicenses 4:13-16,itálico do autor).
    Não foi só o apóstolo Paulo que comparou a morte a um sono.O próprio doador da vida,Jesus Ctisto,comparou a morte a um sono,quando ressuscitou Lázaro:"Nosso amigo Lázaro adormeceu,mas vou despertá-lo" (João 11:11).
    De fato,a morte é real.Não permanecemos imortais nem pra as delícias do Céu,nem para os tormentos.A vida eterna é sempre condicionada à nossa relação com a fonte da vida que é Deus.Sem Deus,morremos.
    Então a pergunta é:De onde vem tão grande confusão?Por que a maioria dos cristãos ainda crê em um inferno eterno?Essa ideia foi acita pelos cristãos desde a Idade Média e os levou a interpretar três textos bíblicos de forma equivocada.São eles:
    "Então,o Rei dirá também aos que estiverem à Sua esquerda:apartai-vos de Mim,malditos,para o fogo eterno,preparado para o diabo e seus anjos."(Mateus 25:41).
    "E irão estes para o castigo esterno,porém os justos,para a vida eterna"(Mateus 25:46).
    "E,se a tua mão te faz tropeçar,corta-a;pois é melhor entrares maneta na vida do que,tendo as duas mãos,ires para o inferno,para o fogo inextinguível" (Marcos 9:43).
    Na má interpretação desses textos reside praticamente toda a teologia do medo que denigre o caráter de Deus.Para entendê-los,precisamos responder a algumas perguntas.O fogo e o castigo eterno se referem à duração do fogo ou de suas consequências?Esse fogo que "nunca se apaga" significa que quimará por toda a eternidade?Ele já existia antes da vida na Terra,uma vez que foi preparado para o diabo e seus anjos?
    Para responder,devemos considerar outro texto bíblico:
    "Como Sodoma e Gomorra,e as cidades circunvizinhas,que,havendo-se entregado à protituição como aqueles,seguindo após outra carne,são postas para exemplo do fogo eterno,sofrendo punição" (Judas 7).
    Observe que,embora o texto fale de um "fogo eterno",Sodoma e Gomorra não estão quimando até hoje.Logo,a questão não é a duração do fogo,mas a duração de suas consequências.Estas,sim,são eternas,ou seja, a morte eterna.O fogo é literal:arde,queima e consome,mas não é de duração eterna,e sim de resultados eternos.Só Deus tem a vida eterna,e só os salvos vão herdá-la por causa de sua união de Cristo.
    Se o pecador ficasse queimando em sofrimento,como conciliar com a afirmação bíblica de que a dor será erradicada da Terra?Veja a declaração de Apocalipse 21:4:"E lhes enxugará dos olhos toda lágrima,e a morte já não existirá,já não haverá luto,nem pranto,nem dor,porque as primeiras coisas passaram."
    São muitos os textos que afirmam a destruição final dos ímpios e que descartam a ideia de sofrimento e castigo eternos:os ímpios perecerão (Salmo 37:20);serão destruídos (Salmo 145:20);morrerão consumidos (Salmo 21:9);serão eliminados (Provérbios 2:22) e morrerão (Apocalipse 20:9,14).
    Jesus deixa claro que voltará à Terra para dar a recompensa a cada pessoa:vida eterna ou morte eterna (Apocalipse 22:20).Em outras palavras,o castigo é real e infelizmente nem todos se salvarão.Isso será muito triste para Deus,que não tem prazer na morte do ímpio (2 Pedro 3:9),mas cada um colherá o que decidiu plantar (Gálatas 6:7).
    Por isso,a ideia de que Deus tem um lugar em que as pessoas queimarão eternamente nãoi é bíblica e termina por deturpar a imagem e o caráter de Deus.Se esse lugar existisse,o mal nunca teria fim.
    Diante disso,não é de admirar a quantidade crescente de ateus e agnósticos.Se o inferno e o castigo eterno fossem um ensinamento bíblico,qualquer um teria dificuldades para crer em Deus;e,mais ainda,para amá-Lo.
    Infelizmente,a ideia medieval do inferno ainda predomina para muitos cristãos,mas não precisa fazer parte de seu conunto de crenças.Deus não é sádico nem carrega ódio ou mágoa contra Seus filhos.É verdade que Deus exerceu juízo contra o mal por meio do diluvio e aniquilou aquela geração.É verdade também que Ele destruirá pecado e pecadores com fogo real e literal.Entretanto,cada um vai pagar segundo suas escolhas e suas obras.Os princípios da isonomia e da proporcionalidade serão,como sempre,respeitados pelo Criador,na execução do juízo final.Deus destruirá aqueles que exercem sua liberdade para matar,roubar e destuir.Ainda assim,mesmo exercendo Sua soberania e justiça,vemos que isso será muito difícil para Deus.A Bíblia chama a destruição dos ímpios de "o estranho ato" de Deus (Isaías 28:21, ARC).
    Quando Deus mandar descer fogo para consumir Satanás e seus suditos,imagino que o Senhor derramará lágrimas.Para cada pessoa que morre eternamente há uma lágrima na face de Deus.Depois que o ultimo pecador morrer,depois que a Terra estiver totalmente purificaqda,então Deus enxugará de nossos olhos toda lágrima.A maldade nunca mais se levantará sobre a terra e,enfim,veremos a vitória plena da esperança!
    Assim como a vitória veio pela morte de Cristo,mais uma vez na morte,então,de bilhões de pessoas,ocorrerá a consumação dessa vitória.
    Portanto,descarte das Escrituras.Nossa esperança reside em um Deus de amor,que não muda e que sempre deseja o nosso melhor.Tudo o que Deus puder fazer para salvar você e sua família Ele o fará.Você é filho (a) de Deus e nada pode mudar isso.
    Veja Deus na pessoa amorável Jesus,que vio para salvar e buscar o perdido.Deus ama você de tal maneira que entregou Seu unico filho para que você tenha esperança viva de dias melhores e viva sem medo.Tenha unicamente a Palavra de Deus como fundamento de suas crenças,e você verá a vitória da esperança sobre a mentira e o medo!
    conheça melhor o livro da esperança:a Bíblia
    1- O que Jesus disse a respeito de Si mesmo? (João 11:25,26).
    2- Que promessa Jesus faz a todos? (Apocalipse 22:4).
    3- O ser humano é uma alma ou possui uma alma? (Ezequiel 18:4; Gênesis 2:7).
    4- Há esperança de vida eterna para o ser humano? (1 Tessalonissences 4:13-18).
    5- Os ímpios perecerão ou sofrerão para sempre? (Salmo 37:20).
    6- Deus entregou Seu Filho para nos salvar da morte eterna e não do sofrimento eterno (João 3:16).
    7- O fogo eterno se refere à duração do fogo ou de suas consequências? (Judas 7).
    8- Quem é o unico imortal em todo o universo? (1 Timóteo 6:14,16).
    9- Como é o estado do ser humano na morte? (Eclesiastes 9:5,6).
    10- Para onde vamos depois da morte? (Eclesiastes 9:10).
Marcos 16:15