" Ide por todo o mundo e pregai o evangelho
          Marcos 16:15
Jesuseapalavra.com
Copyright©Todos os Direitos Reservados 2007-2018 Jesuseapalavra.com
Marcos 16:15
Revistas
Tireóide
    Localizada no pescoço,com uma porção (lobo) de cada lado da traqueia,a tireoide (ou tiroide) é uma glândula esencial para a saúde e para a vida.Os hormônios por ela produzidos - T3,T4 e calcitonina - agem sobre todo o organismo e sobre o metabolismo do cálcio.O cérebro,o coração,os rins,o fígado,o sistema reprodutor feminino,a concentração do humor,são algumas áreas afetadas por esses hormônios.
    O mau funcinamento da tireoide pode manifestar-se tanto por excesso (hipertireoidismo),quanto por insuficiência (hipo tireoidismo)na produção de hormônios.O excesso provoca o funcionamento acelerado do metabolismo;a pessoa fica agitada,dorme menos,perde peso,o coração se acelera,o intestino funciona com mais frequência.Na insuficiência,observa-se o contrário:há sonolência,cansaço,falta de ânimo,aumento de peso e prisão de ventre.Durante a gravidez,o hipertireoidismo pode comprometer o desenvolvimento físico e mental do feto.
    Além das alterações funcionais,cerca de 60% das pessoas terão nódulos na tireoide em algum momento da vida.Esse diagnóstico geralmente pode ser feito pelo simples exame físico e,felizmente,apenas cerca de 5% dos nódulos são malignos.Assim,ao ser identificado algum nódulo,o médico tomará as medidas necessárias para determinar sua natureza e a melhor conduta a ser tomada.Mesmo quando o nódulo for maligno,o diagnóstico precoce possibilita a cura na ampla maioria dos casos,ainda que,para isso,possa ser necessário remover toda a glândula cirurgicamente e complementar o tratamento com a administração de uma dose de iodo radiotivo.
    Outro ponto favorável é que a deficiência no funcionamento ou a ausência da glândula podem ser compensadas com relativa facilidade pelo uso de hormônio por via oral.
    Do ponto de vista da prevenção das doenças da tireioide,o primeiro fator é a ingestão adequada de iodo,que é a matéria-prima para a produção de seus hormônios e cuja falta pode resultar em bócio e hipotireoidismo.Isso já foi um problema epidemiológico das populações que vivem afastadas do mar,mas está praticamente eliminado pela obrigatoriedade de adição de iodo ao sal de cozinha.Assim,sempre que usamos sal no preparo dos alimentos,estamos também suprindo a necessidade de iodo.
    Outro aspecto da prevenção diz respeito à exposição da tireoide à radizção ionizante (raios X),como ocorre,por exemplo,nas radiografias dentárias.Esse tipo de radiação é um dos fatores implicados no surgimento do câncedr da tireoide.É recomendado a utilização de proteção sobre a glândula ao fazer esse exame.
    Lembre-se,pois,do quanto é importante incluir o exame da tireoide em sua avaliação periódica de saúde.


    Dr. João Cristóvão fonseca Xavier Gastroenterologista
Eu Mulher 2