" Ide por todo o mundo e pregai o evangelho
          Marcos 16:15
Jesuseapalavra.com
Copyright©Todos os Direitos Reservados 2007-2018 Jesuseapalavra.com
Marcos 16:15
01 de Outubro Segunda-feira
Camisa de ouro

O avarento põe sua família em apuros, mas quem repudia o suborno viverá. Provérbios 15:27

Ao ler o jornal em um dia desses, deparei-me com uma manchete que me chamou a atenção: “O triste fim do ‘homem da camisa de ouro’ na Índia”. A matéria falava da morte de um homem chamado Datta Phuge. Ele era especulador imobiliário e agiota, muito conhecido por sua obsessão por ouro.
Ele recebeu o apelido apresentado na manchete porque comprou uma camisa toda em ouro no valor de 820 mil reais. O indiano gostava de usar essa camisa e muitos outros utensílios, como pulseiras, anéis e pingentes de ouro.
Segundo o jornal, ele foi levado para uma emboscada por um amigo do filho, devido a uma dívida que tinha quase no valor de sua valiosa camisa. A ganância foi o motivo de sua morte.
A avareza é uma das características mais destrutivas que alguém pode cultivar. Quem dá ao dinheiro um valor maior do que ele realmente tem acaba se tornando escravo das riquezas. E isso vale tanto para ricos quanto para pobres. Existem ricos não avarentos e pobres que são extremamente ligados ao pouco dinheiro que têm.
O grande problema é que os bens materiais são passageiros. Dinheiro, camisas de ouro, carros caros, tudo isso um dia deixará de existir. Nada disso será levado para a sepultura. No dia da morte, dinheiro no banco não faz diferença alguma.
É lógico que não podemos sair gastando o dinheiro de qualquer forma. Economizar é importante. “Muitos desprezam a economia, confundindo-a com a avareza e a mesquinhez. A economia, porém, harmoniza-se com a mais ampla liberalidade. Verdadeiramente, sem economia não pode existir real liberalidade. É preciso que poupemos, a fim de podermos dar” (A Ciência do Bom Viver, p. 206). Devemos buscar o equilíbrio em tudo, inclusive em nossa relação com as finanças.
Em vez de destruirmos a vida ao dar valor exagerado às coisas materiais, deveríamos acumular tesouros do Céu, como disse Jesus. Ele tem uma roupa reservada para nós que vale muito mais que uma camisa de ouro, mas só a receberemos se nosso coração estiver livre do amor ao dinheiro.
Hoje, todos nós temos a oportunidade de comprar a roupa certa. Não uma camisa de ouro, mas uma vestidura branca lavada no sangue de Cristo. Essa preciosa vestimenta cobre nossos pecados e nos dá possibilidade de salvação. Use os créditos de Jesus e ande vestido com a camisa certa.
Inpiração Juvenil