" Ide por todo o mundo e pregai o evangelho
          Marcos 16:15
Jesuseapalavra.com
Copyright©Todos os Direitos Reservados 2007-2018 Jesuseapalavra.com
Marcos 16:15
14 de Maio Segunda-feira
Amor exclusivo

Prefiram a minha instrução à prata, e o conhecimento ao ouro puro, pois a sabedoria é mais preciosa do que rubis; nada do que vocês possam desejar compara-se a ela. Provérbios 8:10, 11

A ganância tem sido a causa de muitas tragédias em nossos dias. Assassinatos, latrocínios, traições conjugais, mentiras, tudo tem sido usado para acumular um pouco mais de dinheiro. Para alguns, o lugar dos bens na vida chega a levá-los a insanidades.
Esse foi o caso de um homem no Rio de Janeiro, em 2016. Ele tinha um emprego rentável, uma família bonita e morava em um lugar privilegiado da cidade. Porém, passou a enfrentar problemas financeiros e, nesse momento, foi revelado o lugar que os bens materiais ocupavam na vida dele.
Pouco antes de assassinar os dois filhos e a esposa para depois cometer suicídio, o homem escreveu uma carta em que explicava o motivo daqueles atos terríveis: “Sinto um desgosto profundo por ter falhado com tanta força […], melhor acabar com tudo logo e evitar o sofrimento de todos.” Para esse indivíduo, era melhor matar e morrer do que perder o padrão de vida que tinha.
Isso é o contrário do que nos ensina o provérbio de hoje. Em vez de amar o ouro, a prata e as pedras preciosas, o sábio nos aconselha a amarmos a sabedoria. Perceba que esse é um amor exclusivo: ou você ama as riquezas ou a sabedoria. O alerta é que o amor às riquezas pode trazer mais decepções do que vantagens; porém, quando amamos a sabedoria, conseguimos resultados excelentes, inclusive financeiros.
Não existe pecado em ser rico. O problema é quando possuir bens se torna o grande objetivo da vida. Pessoas que agem assim se tornam servas do dinheiro, mas o ideal é que fosse o contrário. Não devemos nos prostrar diante da ganância, pois estaríamos negando a Cristo.
Jesus nos alertou: “Ninguém pode servir a dois senhores; pois odiará a um e amará o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro” (Mateus 6:24). A relação é muito clara. Quem é servo do dinheiro, automaticamente, se exclui do reino de Deus. Isso independe da quantidade de recursos que se tem. Existem pobres que são servos do dinheiro e ricos que são servos de Deus.
O importante é que você saiba que o principal objetivo da vida deve ser crescer em sabedoria. Para isso, decida amar a Deus de todo o coração. Com a sabedoria Dele, não importará se você tem muito ou pouco dinheiro. Você será feliz em qualquer situação.
Inpiração Juvenil