" Ide por todo o mundo e pregai o evangelho
          Marcos 16:15
Jesuseapalavra.com
Copyright©Todos os Direitos Reservados 2007-2018 Jesuseapalavra.com
Marcos 16:15
Revistas
Defensores da causa
    Ao longo da história adventista,muitos se destacaram pelo envolvimento na defesa da liberdade religiosa.Entre eles,Jean Nussbaum,o "príncipe" dos diplomatas adventistas,pioneiro da liberdade religiosa na Europa e fundador da Association Internationale pour la Défense de la Liberté Religieuse (AIDLR)e do periódico Conscienced et Liberté; Bert Beach,autor do livro Ambassador for Liberty (Review and Herald,2012),que teve uma longa carreira no Departamento de Assuntos Públicos e Liberdade Religiosa da sede mundial da igreja e desempenhou papel importante no diálogo inter-religioso;John Graz,seu sucessor,quem tem mais de 40 anos de experiência na área e foi o responsável pela criação dos festivais de liberdade religiosa;e Ganoune Diop,senegalês de origem mulçumana que é o atual lídere dessa área na sede mundial e que,em fevereiro de 2017,recebeu o troféu Thomas :. Kane,concedido a personalidades que deram grandes contribuições à defesa dos direitos humanos.Nos últimos anos,muitos professores,advogados e membros també se uniram à liderança da igreja na defesa dessa bandeira.Conheça alguns brasileiros que integram esse grupo.


Alcides Coimbra
Em atividade há mais de 15 anos,é o mais antigo líder adventista de liberdade religiosa em atividade no Brasil.Como secretário-geral da Ablirc por vários anos,atuou na capacitação de representantes locais de liberdade religiosa.Organizou quase uma centena de fóruns e simpósios sobre o tema.
Bernardo Pablo Sukiennik
Atua como presidente do Observatório da Liberdade Religiosa (Olir)e é membro titular do Comitê Distrital de Diversidade Religiosa do Governo do Distrito Federal.Engajar-se nessa área lhe trouxe um propósito maior para o benefício do Direito.
Damaris Moura
Membro-fundadora da Comissão de Direito e Liberdade Religiosa da OAB/SP,a advogada tem realizado palestras sobre o tema no Brasil e nos exterior e contribuído para a implantação de comissões em outras partes do País.
Edson Rosa
À frente do departamento de Liberdade Religiosa da Igreja Adventista na América do Sul no período de 2006 a 2013,organizou festivais,fóruns,simpósios e outros eventos nacionais e internacionais.Também estabeleceu pontes com autoridades e outras denominações na defesa do direito de crença.
Euler Pereira Bahia
presidente do Conselho de Constituintes da Ablirc,o ex-diretor e atual chanceler do Centro Universitário Adventista de São Paulo mantém um caminho aberto com autoridades civis,políticas e acadêmicas.No período em que presidiu a Associação Brasileira das Instituições de Ensino Evangélicas (ABIEE),também teve um papel estratégico no relacionamento com outras denominações.
Helio Carnassale
mantém uma constante agenda de visitação às autoridades federais,especialmente do Legislativo,a fim de acompanhar projetos de lei.O atual diretor sul-americano do departamento também criou o Forlir (Fórum Regional de Liberdade Religiosa) e um manual prático que tem ajudado a capacitar pessoas para atuar na defesa do direito de crença em suas comunidades.
Lélio maximino Lellis
Pós-doutor em Direitos Humanos pela Universidade de Coimbra (Portugual)e em Direito Constitucional Comparado pela Columbia University School of Laq (EUA),ele desempenhou um papel fundamental ao levar para o meio acadêmicos as discussões sobre liberdade religiosa.
Marcos Vinícius de Campos
Foi um dos pioneiros na defesa da liberdade religiosa no país.Advogado e doutro em Direito,seu trabalho envolveu orientação e ajuda para vítimas de intolerância religiosa.
Samuel Gomes de Lima
Organizou mais de 13. fóruns em vários estados e mais de 160 simpósios.Passou a defender a causa bem antes de cursar Direito,quando era professor de Língua Portuguesa.O presidente da Ablirc sempre procurou levar o tema para fora dos muros da igreja.

Siloé Almeida
Como líder do Departamento de Assuntos Públicos e Liberdade Religiosa da Igreja Adventista na América do Sul no período de 1995 a 2005,organizou vários eventos internacionais e fortaleceu o contato com governos,autoridades e a imprensa.Além disso,colaborou na formulação de leis estaduais e regionais que garantem a liberdade de crença para todos.
Entrevista : Missão de todos
    A dedicação de John Graz à defesa da liberdade religiosa tem que ver com sua criação e educação formal.O avô dele foi morto num campo de concentração nazista por esconder judeus franceses e ele aprendeu em casa a valorizar a tolerância e defender o direito de crença com o um elemento básico da dignidade humana.
    Doutor em História e Sociologia pela Universidade de Sorbonne (Paris),Graz já viajou por mais de 100 países,particou de fóruns nos cinco continentes,organizou quatro congressos mundias e criou os festivais de liberdade religiosa.
    Nesta rápida entrevista,o franco-suíço que atou como secretário-geral da Associação Internacional de Liberdade Religiosa (Irla)por 20 anos fala sobre a mentalidade que procurou criar:a de que a defesa da liberdade religiosa não é trabalho exclusivo dos líderes do departamento responsável pela área.Na realidade,é uma missão de todos.Aliás,o envolvimento de pessoas leigas nessa causa é o que tem fortalecido o trabalho dos adventistas na promoção do direito de crença.
    Qual é a importância da força leiga na defesa da liberdade religiosa?
    Esse envolvimento é mais importante do que as pessoas imaginam.Entre os membros das igrejas,há advogados,profissionais de relações públicas,funcionários públicos,policiais,políticos.Ou seja,pessoas que se relacionam com diversas autoridades.Elas podem ajudar nossa igrejas a lidar com problemas de intolerância religiosa.Para que o trabalho seja eficiente,precisamos trabalhar em equipe,não apenas o ministro ou líder do departamento.As forças leigas podem igulamente ser muito eficazes no apoio a congressos,simpósios e festivais de liberdade religiosa.Teria sido impossível preencer estádios com até 45 mil pessoas sem um grande envolvimento de nossos membros leigos.  
    Como os membros da Igreja Adventista têm apoiado esa causa ao redor do mundo?
    Em vários países,eles estão apoiando iniciativas como a Ablirc (Associação Brasileira de Liberdade Religiosa e Cidadania).Vários se tornaram especialistas no tema e,como resultado,passaram a ser conselheiros de governos para essa área.Por estarem na vanguarda da defesa da liberdade religiosa,com frequência os adventistas são homenageados por chefes de Estado e instituições de prestígio.
    Qual é o caminho para desenvolver um trabalho relevane nessa área?
    Primeiramente,pode-se reunir pessoas interessadas no tema e organizar uma associação de liberdade religiosa.Depois,promover simpósios,congressos e ministrar palestras sobre questões atuais que afetem a comunidade ou que sejam de interesse dela.outro passo importante é publicar artigos na imprensa local sobre a situação no mundo.Ao fazer isso,esses "embaixadores" serão reconhecidos e apreciados como membros positivos da comunidade.Defender a liberdade religiosa como parte dos direitos humanos é uma ótima forma de praticar os valores e princípios cristãos na sociedade.

Liberdade Para Todos