" Ide por todo o mundo e pregai o evangelho
          Marcos 16:15
Jesuseapalavra.com
Copyright©Todos os Direitos Reservados 2007-2018 Jesuseapalavra.com
Marcos 16:15
10 de Outubro Quarta-feira
Liberdade de escolha

Isto é bom e aceitável diante de Deus,nosso Salvador;o qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade. 1Timóteo 2:3,4

Como você reagiria ao descobrir que Deus o criou intencionalemente para se perder?Essa pergunta rude está muito ligada à posição do reformador françês João Calvino (1509-1564)e de seus seguidores.Calvino chegou a declarar:"Chamamos predestinação o eterno decreto de Deus pelo qual houver por bem determinar o que acerca de cada homem quis que acontecesse.Pois Ele não quis criar a todos em igual condição;ao contrário,preordenou a uns a vida eterna;a outros,a condenação eterna.Portanto,como cada um foi criado para um ou outro desses dois destinos,assim dizemos que um foi predestinado ou para a vida,ou para a morte" (Institutas 3.21.5).
Esse conceito foi desafiado pelo teólogo holandês Jacó Armínio (1560-1609),que nasceu em Utrecht,Holanda,no dia 10 de outubro de 1560.Foi professor de Teologia na Universidade de Leiden e escreveu vários livros e tratados.Seus pontos de vista contrários à predestinação calvinista foram sintetizados em Os Cinco Artigos da Remonstrância,de 1610.No artigo2,lemos que "Cristo,o Salvador do mundo,morreu por toda a raça humana e por todos os homens.Sua graça se estende a todos.Seu sacrifício expiatório é,em si mesmo e por si mesmo,suficiente para a redenção do mundo inteiro,intencionado para todos por Deus,o Pai.Mas sua suficiência inerente não significa necessariamente sua eficiência real.É possível resistir à graça divina,e somente aqueles que a aceitam pela fé são realmente salvos.Aquele que se perde,o faz pela própria culpa (Jo 3:16; 1Jo 2:2)".
Em Mais Perto de Deus,Aiden W. Tozer declara:"Certas coisas foram decretadas pelo livre-arbítrio de Deus,e uma delas é a lei da escolha e suas consequências.Deus decretou que todo aquele que voluntariamente se entrega a seu filho Jesus Cristo na obediência da fé receberá a vida eterna e se tornará filho de Deus.Decretou também que aqueles que amam as trevas e continuam em sua rebeldia contra a suprema autoridade do Céu permanecerão em estado de alienação espiritual e sofrerão a morte eterna."
Logo,não existe nenhum decreto arbitrário da parte de Deus elegendo alguns para a salvação e outros para a perdição.Cada um é moralente responsável pelo próprio destino!
Meditação Matinal