" Ide por todo o mundo e pregai o evangelho
          Marcos 16:15
Jesuseapalavra.com
Copyright©Todos os Direitos Reservados 2007-2018 Jesuseapalavra.com
Marcos 16:15
26 de Dezembro Quarta-feira
Esperando sua chegada

Porque a visão ainda está para cumprir-se no tempo determinado, mas se apressa para o fim e não falhará, se tardar, espera-o, porque, certamente, virá, não tardará. Habacuque 2:3

As nuvens pesadas da Segunda Guerra Mundial ainda cobriam o mundo. Em 26 de dezembro de 1944, o oficial japonês Hiroo Onoda foi enviado à ilha filipina de Lubang, ocupada pelo Japão, a fim de servir na Brigada Sugi. Antes de partir, o comandante de sua divisão, major Yoshimi Taniguchi, ordenou: “Você está absolutamente proibido de morrer por obra das próprias mãos. Pode demorar três ou até cinco anos; não importa o que aconteça, voltaremos para buscá-lo. Até então, enquanto tiver pelo menos um soldado, você deve continuar a liderá-lo. […] Sob nenhuma circunstância desista de sua vida voluntariamente!”
Em outubro de 1945, Onoda e três companheiros viram um panfleto anunciando: “A guerra terminou no dia 15 de agosto. Desçam das montanhas.” Entretanto, eles desconfiaram da informação. Posteriormente, outros folhetos com imagens foram jogados pelo ar, mas eles também os desconsideraram. Em 1949, um de seus companheiros foi embora; em 1954, o segundo morreu com um tiro; e em 1972, o último foi morto. Onoda então ficou sozinho. Em fevereiro de 1974, um explorador japonês o encontrou, mas ele ainda assim se recusou a se render, dizendo que continuava aguardando ordens de seu oficial superior. Foi então que fizeram os preparativos para que o major Yoshimi Taniguchi voasse até Lubang. No dia 9 de março de 1974, ele encontrou Onoda e o dispensou. Assim, 29 anos depois, a promessa se cumpriu: “Não importa o que aconteça, voltaremos para buscá-lo.”
A Segunda Guerra Mundial terminou há muito tempo, mas o grande conflito cósmico-histórico ainda está em andamento. Logo ele terminará, e Jesus voltará para levar Seus fiéis soldados para casa (Ef 6:10-20). Não sabemos quando Ele chegará. Entretanto, uma vez que Ele cumpriu todas as Suas promessas anteriores, podemos ter a certeza de que cumprirá essa também. Habacuque 2:3 nos incentiva: “Se tardar, espera-o, porque, certamente, virá, não tardará.” Em vez de reclamar quanto à demora, devemos vigiar Sua vinda, que pode acontecer para nós a qualquer momento (Mt 24:36-51).
Nunca desista! Sua palavra é confiável, e Sua vinda é certa
Meditação Matinal