" Ide por todo o mundo e pregai o evangelho
          Marcos 16:15
Jesuseapalavra.com
Copyright©Todos os Direitos Reservados 2007-2018 Jesuseapalavra.com
Marcos 16:15
Meditação Matinal
07 de Outubro Domingo
Conjecturas cronológicas

Evita discussões insensata,genealogias,conetndas e debates sobre a lei;porque não têm utilidade e são fúteis. Tito 3:9

Muitas pessoas especulam sobre o fim dos "6 mil anos" e o início do sétimo milênio de descanso.O antigo livro de 2 Enoque 33:1 e 2 já sugeria que cada dia da semana da criação representava mil anos.Os textos de Salmo 90:4 ("mil anos [...] são como o dia de ontem") e 2 Pedro 3:8 ("um dia é como mil anos")já foram citados a fim de apoiar esse conceito.Ellen White até declarou que,por "quase 6 mil anos",a grande luta do conflito tem sido "continuada na Terra" (O Grande Conflito, p. 553).No entanto,algumas pessoas foram longe demais com essa e outras declarações semelhantes,presumindo que o período em questão devesse ser datado de maneira tão precisa quanto as 70 semanas de Daniel 9:24 a 27 e as 2.300 tardes e manhãs de Daniel 8:14.
Tentando não complicar muito o assunto,permita-me mencionar três exemplos interessantes.Os judeus do terceiro século d.C. acreditavam que Deus havia começado a criar o mundo no dia 7 de outubro de 3761 a.C.Se estiverem corretos,então os 6 mil anos terminarão já por volta de 2239 d.C. Em sua famosa e influente obra Os Anais do Mundo,de 1658,o arcebispo da Irlanda,James Ussher,argumentou que a semana da criação começou no domingo 23 de outubro de 4004 a.C. Essa teoria levou muitos a aguardarem o fim do mundo por volta de 1996-1997 d.C.)Guilherme Miller,por sua vez,acreditava que os 6 mil anos terminariam já em 1843 d.C.Só com base nessas três fontes,temos 1843, 1996-1997,e até mesmo 2239,como possiblidades para o fim dos 6 mil anos.
Genealogias e cronologias são fontes importantes de informação.Caso contrário,a Bíblia não as incluiria.Em contrapartida,porém,elas podem ser distorcidas com facilidade e levadas longe de,mais na tentativa de comprovar especulações pessoais.Ciente desse perigo,Paulo nos advertiu contra "fábulas e genealogias sem fim" (1Tm 1:4)e discussões genealógicas sem utilidade e fúteis (Tt 3:9).
O período de 6 mil anos pode nos proporcionar uma noção geral do desenvolvimento da história humana.Mas,por não estar relacionado a nenhuma profecia apocalíptica de Daniel e Apocalipse,não pode ser usado para fundamentar a mensagem adventista.Nossas doutrinas repousam sobre uma base histórica e profética muito mais forte!
Meditação Matinal