Jesuseapalavra.com
" Ide por todo o mundo
e pregai o evangelho."
                 Marcos 16:15
Copyright©Todos os Direitos Reservados 2007-2017 Jesuseapalavra.com
Hora da eleição
    Dicas para conduzir o processo de nomeações dos oficiais da igreja.
    Ao iniciar o último trimestre do ano,no contexto adventista,o pastor distrital e seus líderes devem se preocupar da escolha dos oficiais para o próximo período eclesiástico.Esse processo pode ser realizado anualmente ou a cada dois anos.
    A eleição desses oficiais se dá por meio de uma comissão de nomeações.O pastor ou,em sua ausência,o ancião,deve apresentar o assunto à igreja.Então,uma comissão organizadora é formada para escolher o sparticipantes da comissão de nomeações.
    Comissão organizadora: A comissão organizadora pode ser escolhida de duas formas: (1) Por indicação,verbal ou escrita,dos membros batizados da congregação.Seu tamanho deve ser maior que o número de membros da comissão da igreja.Nenhum membro pode indicar mais de uma pessoa. (2) Por sugestão e voto dos membros para que a comissão da igreja,mais cinco a sete pessoas indicadas pela congregação,funcione como comissão organizadora.É saudável alternar a forma da escolha dessa comissão ao longo dos anos.
    O perfil da comissão de nomeações: Ao se reunir para sugerir os nomes para a comissão de nomeações,a comissão organizadora deve considerar alguns intens importantes:prezar por uma representantatividade equilibrada;escolher somente membros em posição regular,de acordo com a definição do Manual da Igreja;não indicar pessoas que se opõem à unidade,que se recusam a cooperar e que não respeitam pastores e oficiais;sugerir pessoas que tenham no coração o bem-estar e o crescimento da igreja.
    Os nomes devem ser levados para apreciação e votação da igreja,que também votará,entre eles,a indicação do secretário da comissão.O pastor é membro ex officio e atua como presidente.
    O trabalho da comissão de nomeações: A comissão de nomeações se reunirá em data e local previamente agendados para preencher os respectivos cargos (o formulário é enviado pela Associação ou Missão.Ver também Manual da Igreja, ed. 2015, p. 74-112).Deve-se evitar sobrecarregar alguém com diversos cargos,a não ser que haja extrema necessidade,e por algum tempo.Os oficiais podem ser reeleitos;porém,não é aconselhável que uma pessoa ocupe certa posição indefinidadmente.
    A votação dos indicados: Após o término dos trabalhos,os membros da comissão apontados devem informar aos nomeados acerca de sua indicação acerca de sua indicação,a fim de obter seu consetimento.Ninguém está autorizado a comentar fora da comissão os assuntos ali tratados.O relatório contendo o nome e a função dos indicados é apresentado à igreja pelo secretário da comissão de nomeações.Pode ser lido,caso seja uma igreja pequena,ou publicado como encarte no bletim,em uma igreja maior.O pastor deve então propor,pedir apoio e comunicar que o relatório ficará sob observação por uma ou duas semanas.após esse período,deverá ser votado.
    O intervalo de duas semanas entre a primeira votação e a votação final  o mais indicado,pois pode haver desistência,objeção ou falta de tempo para contatar os indicados.Se houver observações justificáveis,a comissão deverá se reunir e apresentar novos nomes para substituição.
    Os oficiais são eleitos  para atuar durante um ano,exceto onde a igreja,em reunião administrativa,votar ter eleições a cada dois anos.Se durante esse período algum cargo ficar vago,a comissão da igreja deverá indicar um sucessor para ocupá-lo e submeter à igreja para votação.
    Encerramento do processo: Concluído o processo,o pastor distrital poderá apresentar à igreja,num sábado,todos os recém-eleitos,pedindo as bênçãosa do Senhro sobre eles.Seria oportuno também expressar gratidão por aqueles que não foram reconduzidos às suas funções,destacando que isso não os impede de continuar servindo a igreja por meio de seus dons.
Marcos 16:15
Revistas
Ministério