Jesuseapalavra.com
" Ide por todo o mundo
e pregai o evangelho."
                 Marcos 16:15
Copyright©Todos os Direitos Reservados 2007-2017 Jesuseapalavra.com
Notícias
“A igreja não deve ter um ministério de intercessão, mas deve ser intercessora”, diz pastora
Postado Quarta-feira 07 de Fevereiro
Em entrevista ao Guiame, a pastora colombiana Gladys de Varón mostra que intercessão não deve ser limitada a um ministério, mas deve ser expandida para toda a igreja.
Marcos 16:15
Intercessão não deve ser limitada a um ministério, mas deve ser expandida para a participação de toda a igreja, de acordo com a pastora colombiana Gladys de Varón, que vem treinando lideranças há mais de 35 anos em seu país de origem e no Brasil.
“É necessário que a Igreja passe por um treinamento. Devemos tirar esse conceito de que a Igreja deve ter um ministério de intercessão. Não. A Igreja tem que ser intercessora. A Igreja tem que ser treinada para que ore de forma organizada, com a Palavra em seu coração”, disse a pastora em entrevista ao Guiame.
Gladys acredita que para haver uma visão equilibrada sobre batalha espiritual, sem distanciamentos ou exageros, é preciso que a Igreja caminhe com duas pernas — a espiritual e a estratégica.
“Na parte espiritual, trabalho muito a vida devocional. Porque quando os líderes têm vida com Deus, eles serão intercessores naturalmente. Quando eles intercedem, eles poderão discernir o que está acontecendo no mundo espiritual. Batalha espiritual não é repreender demônios apenas por repreender, deve haver um trabalho onde a igreja enxerga o que está acontecendo no mundo espiritual”, explica.
“Quando se trabalha o caráter da Igreja, quando os pastores estão à frente, formando e guiando sua intercessão, vamos evitar esse tipo de problema. Dessa maneira, a Igreja estará trabalhando a intercessão guiada pelo Espírito Santo e não por suas emoções”, a pastora acrescenta.
DNA do intercessor
Gladys incentiva as pessoas a compreender que cada indivíduo tem um DNA para ser intercessor. “Dessa maneira, ele vai poder atender o chamado do Espírito Santo e ser parte da intercessão da igreja de forma natural”, avalia.
Além disso, a pastora tem focado no ensino da oração utilizando a Palavra de Deus. “Quando a Igreja ora com a Palavra, a Palavra se torna um decreto no mundo espiritual e ela não vai voltar a Deus até que se cumpra o propósito na vida da pessoa”, esclarece.