Últimas Notícias
" Ide por todo o mundo e pregai o evangelho
          Marcos 16:15
Jesuseapalavra.com
Copyright©Todos os Direitos Reservados 2007-2018 Jesuseapalavra.com
Postado Domingo 25 de Agosto
Com ações nos Estados do Pará e Amapá, o projeto Quebrando o Silêncio neste ano deu ênfase ao combate do abuso sexual infantil.
O projeto Quebrando o Silêncio é educativo e de prevenção contra o abuso e a violência doméstica, promovido anualmente pela Igreja Adventista do Sétimo Dia em oito países da América do Sul, (Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai) desde o ano de 2002. A campanha se desenvolve ao longo de todo o ano, mas uma das suas principais ações ocorre sempre no quarto sábado do mês de agosto. Em 2019, a ênfase foi em relação ao combate ao abuso sexual infantil.
Nos Estados do Pará e Amapá, a mobilização aconteceu em todas as igrejas adventistas. E com diversas ações, entre elas: passeatas, palestras educativas em escolas e o comboio do Quebrando o Silêncio”, que contou com a participação e apoio de moto clubes locais e até de outros municípios. O objetivo com essas ações é atrair a atenção da comunidade para o assunto tema do ano. “Realizar o comboio foi uma das formas que encontramos para levar informações sobre o combate ao abuso, até a comunidade local, que talvez de outra forma não seria alcançada”, afirma o pastor Fábio Duarte, organizador da ação com os motoclubes.
Motociclistas engajados
Na tarde do sábado, 24 de agosto, aproximadamente 50 motociclistas percorreram as principais ruas da região metropolitana de Belém. Eles distribuíram material de conscientização para a comunidade local. Adriano Carvalho é o diretor estadual do Adventist Motorcycle Ministry – AMM, e, para ele, o envolvimento do grupo nessas ações é essencial:  “Como parte de nossos regulamentos, devemos apoiar os projetos da Igreja Adventista em favor da comunidade, aliando ao nosso ministério sobre duas rodas”, destaca.
A chegada do comboio aconteceu no Centro Adventista de Treinamento (CATRE). Lá, ocorreu o I Fórum do Quebrando o Silêncio, organizado pela sede administrativa adventista para os estados do Pará, Maranhão e Amapá (União Norte Brasileira), e contou com a participação de psicólogos, advogados e pastores, que debateram a respeito do tema deste ano.
Demais ações
No decorrer da semana que antecedeu o sábado das ações, diversas atividades foram organizadas pelos membros das igrejas locais. Tudo para conscientizar a comunidade. Como o público alvo são crianças, adolescentes e jovens, foram realizadas palestras e distribuição de materiais em escolas, tanto particulares quanto públicas, que contaram com a participação de profissionais da saúde física e mental. Para Elma Souza, a coordenadora do projeto na região, esse momento é a oportunidade ideal para alcançar corações aflitos, que estão sofrendo calados. “O mundo está cansado de violência e ações como essas da Igreja Adventista, em defesa das vítimas de abuso, nos impulsionam a fazer sempre mais e melhor, e é isso que podemos ver acontecendo”, aponta a líder.


Marcos 16:15
Diversidade de ações marca projeto contra abuso sexual no norte do Brasil