Últimas Notícias
" Ide por todo o mundo e pregai o evangelho
          Marcos 16:15
Jesuseapalavra.com
Copyright©Todos os Direitos Reservados 2007-2018 Jesuseapalavra.com
Postado Quarta-feira 20 de Agosto
Projeto de lei da Assembleia Legislativa tem o objetivo de combater a violência e o abuso sexual infantil. Inspiração foi no Quebrando o Silêncio.
O quarto sábado do mês de agosto agora é o Dia do Quebrando o Silêncio em Mato Grosso. O Projeto de Lei nº 830/2019, do deputado Wilson Santos, inclui a data no calendário de Eventos Oficiais do Estado. Assim, as atividades poderão ocorrer por meio de ações do poder público em conjunto com a sociedade civil. A criação do Dia Estadual do Quebrando o Silêncio tem como objetivos divulgar informações sobre violência doméstica a toda a população. Além de conscientizar mulheres, crianças e adolescentes sobre seus direitos e formas de denúncia, combatendo, desta forma, a violência doméstica através da difusão de conhecimento e atividades de conscientização.
“Esta é uma forma de propiciar o debate sobre um assunto que, muitas vezes, é negligenciado. Visamos oferecer políticas públicas eficientes que combatam a violência, especialmente a praticada contra crianças e adolescentes”, destaca o deputado Wilson Santos, referindo-se ao tema do projeto Quebrando o Silêncio para 2019 que trata do abuso sexual infantil.
Para Regená Baptista, coordenadora do projeto em Mato Grosso, o Dia Estadual do Quebrando o Silêncio é uma conquista. “Esta proposta vai fortalecer ainda mais as iniciativas que já acontecem em várias cidades do Estado”, pontua.
Em Cuiabá, o 1º Simpósio Quebrando o Silêncio, realizado na quinta-feira (22.08), marcou a as ações do projeto no Estado. Cerca de 300 pessoas, entre pais, autoridades, educadores, assistentes sociais e psicólogos, participaram do evento.
Ações em cidades de Mato Grosso
O último sábado (24.08), dia de maior ênfase do projeto Quebrando o Silêncio na América do Sul, foi movimentado em vários lugares do Estado. As congregações adventistas das cidades de Confresa, Pedra Preta, Pontes e Lacerda, Rondonópolis (Parque Universitário) e Querência tiveram atividades especiais. Além da Igreja Adventista Central e CPA 3 (em Cuiabá), e das congregações dos bairros Jardim Vitória, Marajoara e Vila Arthur (em Várzea Grande, região metropolitana da Capital), realizaram um culto especial na manhã de sábado, com o tema do projeto.
Aragarças (GO), distrito de Barra do Garças (MT)
Na sexta-feira (23.08), o pastor Everaldo de Souza Oliveira fez palestras na Escola Estadual Luiz Dias Paes Leme, para as turmas do 6º ao 9º, com o tema A volta por cima. No sábado (24.08), à tarde, voluntários promoveram a Feira Vida e Saúde, bazar para doação de roupas, Cantinho de Oração e o Cantinho Pedagógico, que explicou sobre o projeto Quebrando o Silêncio.
Barra do Bugres
Quem passou pela Lagoa Azul, no sábado à tarde, recebeu as revistas do Quebrando o Silêncio. As pessoas também foram convidadas para um breve momento de oração.
Barra do Garças
No sábado à tarde, voluntários promoveram um pitstop com entrega de água, ‘abraços grátis’, entrega de brinquedos para as crianças e de materiais do projeto Quebrando o Silêncio.
Cáceres
Por meio de uma encenação, voluntários da Igreja do bairro Vila Real, conscientizaram a população local da importância do combate à violência e ao abuso.
CPA 4 (Cuiabá)
No bairro CPA 4, em Cuiabá, a igreja, junto com o clube de Aventureiros, entregou materiais do projeto e usou cartazes com frases de impacto.
Cristo Rei (Várzea Grande)
Uma passeata de conscientização foi promovida, no sábado à tarde, em parceria com o Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), Secretaria de Ação Social, Aventureiros e Desbravadores. Cerca de 180 pessoas participaram.
Guarantã do Norte
Cartazes de conscientização deram o tom da passeata promovida no centro da cidade. A programação também contou com o apoio do clube de Desbravadores e o projeto MEL.
Jardim Imperial (Cuiabá)
A igreja do bairro, também da Capital, entregou materiais e promoveu uma passeata, em parceria com o clube de Aventureiros e o projeto MEL.
Jardim Paula 2 (Várzea Grande)
A igreja também realizou uma passeata, com a participação de cerca de 250 pessoas, e entregou materiais, junto com os clubes de Desbravadores e Aventureiros.
Lucas do Rio Verde
A igreja local antecipou as ações do projeto Quebrando o Silêncio. No sábado, dia 17.08, promoveu um musical com o grupo Projeto de Louvor MT e a Feira Vida e Saúde, na Praça dos Bandeirantes.
Matupá
No sábado à noite, a psicóloga Antônia Celes Lima do Nascimento palestrou para convidados, na Praça da Bíblia.
Morada do Ouro (Cuiabá)
A igreja do bairro Morada do Ouro entregou materiais do projeto no Parque da Nascente.
Nobres
Além da passeata, voluntários fizeram a entrega do material do projeto.
Nova Canaã do Norte
Voluntários da igreja local entregaram de casa em casa as revistas e panfletos do projeto Quebrando o Silêncio.
Nova Maringá
Voluntários usaram cartazes para chamar a atenção e entregar o material do projeto.
Nova Xavantina
Em parceria com o Corpo de Bombeiros e a Prefeitura Municipal, a igreja local realizou uma passeata, com entrega de materiais educativos.
Peixoto de Azevedo
Cerca de 200 pessoas participaram da passeata de conscientização.
São Gonçalo (Cuiabá)
Em uma praça do bairro, na Capital, voluntários da área da saúde aferiram pressão e entregaram material do projeto Quebrando o Silêncio.
São José dos Quatro Marcos
Com a participação do clube de Aventureiros, voluntários entregaram materiais do projeto no semáforo.
Sinop
O Colégio Adventista, Desbravadores e Aventureiros, faculdades privadas, Agentes Mirins de Trânsito e Moto Clube Adventista se uniram para impactar as pessoas e o comércio local. Cerca de 500 pessoas participaram.
(Com colaboração de voluntários e Diretores de Comunicação das igrejas locais: Afonso Henrique; Ângela; Ana Paula Rosa Gouvêa; Carlos José de Campos; Carlos Roberto; Dirce Maria Alves; Elias Martins; Elizabete Francisca da Silva Campo; Enilda Ferreira; Evanise Neves; Gilberto Rabelo; Gilmar da Cruz; Gilziane Soares; João Batista da Silva Raimundo; João Miguel Moreira; João Neves; Julyeine Monike; Júnior da Silva Gama; Kariny Ribeiro; Maria Aparecida S. S. Andrade; Mirian Gerônimo da Silva; Nelson Faria; Odete; Paulo Alexandre Sodré da Costa; Rithieli Soares Laudete de Abreu; Wilma Aparecida; Zilma Albuquerque Colina)
Marcos 16:15
Mato Grosso ganha Dia Estadual do Quebrando o Silêncio