Últimas Notícias
" Ide por todo o mundo e pregai o evangelho
          Marcos 16:15
Jesuseapalavra.com
Copyright©Todos os Direitos Reservados 2007-2018 Jesuseapalavra.com
Postado Sexta-feira 08 de Junho
O encontro histórico entre os presidentes Donald Trump e Kim Jong-un está programado para acontecer no próximo dia 12 de junho.
À medida que o encontro histórico entre Coreia do Norte e Estados Unidos - programado para acontecer no dia 12 de junho com seus presidentes - se aproxima, a Missão Portas Abertas está convidando cristãos de todo o mundo para participarem de um tempo de 24 horas de oração e jejum no dia 11 de junho, antes da cúpula.
"Estamos chamando todos os cristãos para se unirem a Deus no que Ele está fazendo na Coreia do Norte e em todo o mundo - através de orações fervorosas pelos presidentes Trump e Kim Jong-un, seu tempo juntos e a igreja perseguida da Coreia do Norte. Atualmente, são mais de 300.000 cristãos fortes por lá", disse parte de um comunicado da agência cristã. "Como pessoas de oração, queremos nos apoiar na Palavra de Deus e reivindicar Suas promessas".
O fundador da Portas Abertas, irmão André destacou que as orações têm o poder de “ir aonde não podemos".
"Não há fronteiras, nem muros de prisão, nem portas fechadas para nós quando oramos", destacou.
As palavras de André também ganham força na declaração dada ainda no século XIX pelo pastor metodista Samuel Chadwick.
"Satanás não tem medo de nada além da oração. Sua única preocupação é impedir que os santos orem. Ele não teme nada de estudos sem oração, trabalho sem oração, religião sem oração. Ele ri do nosso trabalho, zomba da nossa sabedoria, mas treme quando oração", destacou o evangelista na época.
Oração e jejum por um país que sofre com o isolamento e o medo
Nos últimos 17 anos consecutivos, a Coreia do Norte se classificou como o país número 1 na lista de perseguição religiosa mundial da Portas Abertas. O país tornou-se conhecido por suas violações dos direitos humanos dos norte-coreanos e pelo tratamento brutal dado aos cristãos norte-coreanos.
No país da Ásia Oriental, o regime de Kim usa do isolamento e do medo para governar o país - mantendo os 25,4 milhões de pessoas que vivem lá desinformadas e imersas em sua propaganda política. Os norte-coreanos são obrigados a adorar a família governante - e ninguém mais - e o cristianismo é ilegal, sujeito a severas punições por parte do governo, como por exemplo a tortura e pena de morte.
A Portas Abertas listou 15 pedidos principais de oração pela Coreia do Norte nesta campanha:
- Ore para que o encontro histórico dos presidentes Donald Trump e Kim Jong-un em 12 de junho seja o primeiro de uma série de ações que estabeleça a Coreia em um novo curso de liberdade religiosa.
- Ore para que Kim seja convencido a libertar os mais de mais de 50.000 cristãos injustamente mantidos em centros de detenção e campos de prisioneiros em todo o país.
- Ore para que Kim afrouxe as exigências antigas de que os residentes frequentem aulas de doutrinação e se curvem aos retratos da família Kim.
- Ore para que Kim suspenda os embargos de informações e permita que seu povo tenha maior acesso a programas de rádio, programas de TV e sites.
- Ore para que Kim permita a criação de novas igrejas onde os norte-coreanos possam livremente adorar fora da única igreja que existe atualmente, autorizada por seu governo.
- Ore para que os crentes existentes na Coreia do Norte tenham coragem para liderar um novo reavivamento da fé cristã em seu país.
- Ore para que a igreja clandestina da Coreia do Norte cresça em ousadia e esteja pronta para os esforços de evangelismo quando a oportunidade surgir.
- Ore para que as famílias extensas que foram separadas na Coreia do Norte e na Coréia do Sul sejam reunidas.
- Ore para que organizações como a Portas Abertas tenham acesso permitido para fornecer treinamento e recursos cristãos aos crentes na Coreia do Norte.
- Ore para que outras organizações de ajuda humanitária entrem no país para prestar atendimento, tratamento de traumas e outros serviços necessários.
- Ore para que a infra-estrutura econômica e social da Coreia do Norte encontre uma reforma - que as crianças não sejam mais forçadas a trabalhar, que os pré-escolares não sejam mais doutrinados, que as estradas sejam seguras.
- Ore para que o suprimento de alimentos da Coreia do Norte seja enriquecido por meio da educação e do aumento do comércio, de modo que os 2 entre 5 cidadãos norte-coreanos que estão atualmente subnutridos recebam uma nutrição adequada.
- Ore para que Deus dê ao povo norte-coreano a sabedoria para peneirar os muitos enredos nacionalistas e míticos e a propaganda política comunista que é imposta sobre eles ao longo de suas vidas.
- Ore para que os pais possam finalmente compartilhar livremente sua fé com seus filhos e criá-los para conhecer Jesus.
- Ore para que os EUA e outros líderes mundiais implantem as sanções certas, pressões, incentivos e oportunidades para restaurar a paz e o bem-estar para os norte-coreanos e seus vizinhos.
Marcos 16:15
Portas Abertas convoca 24 horas de oração pela Coreia do Norte, antes de encontro com Trump