Jesuseapalavra.com
" Ide por todo o mundo
e pregai o evangelho."
                 Marcos 16:15
Copyright©Todos os Direitos Reservados 2007-2017 Jesuseapalavra.com
Revistas
Voltar ao menu principal de Estudos Bíblicos
Lição 8 - Se Arrependimento Matasse
Na Bíblia, o pecado é apresentado de duas maneiras:
É a transgressão da Lei: “Todo aquele que pratica o pecado transgride a Lei; de fato, o pecado é a transgressão da Lei.”1João 3:4.
Faz parte da natureza humana: “Portanto, da mesma forma como o pecado entrou no mundo por um homem, e pelo pecado a morte, assim também a morte veio a todos os homens, porque todos pecaram”. Romanos 5:12.
Estudando os dois textos, em primeiro lugar, descobrimos que pecamos quando não cumprimos a Lei de Deus. Assim, quando mentimos, roubamos ou cometemos adultério, estamos em pecado.
Em segundo lugar, percebemos que, desde o primeiro pecado no Éden, a natureza humana tem se degradado.  Vivemos em um estado de “entropia” física e espiritual. O homem, que antes era parecido com Deus, ficou completamente mudado. A prova disso é que vivemos em constante conflito e temos dificuldade para gerenciar nossa própria vida.  Viciamos em coisas ruins, gostamos de comer o que é prejudicial à saúde e cultivamos relacionamentos deficientes, baseados no egoísmo, onde só “meu prazer” é que conta. Prometemos “um milhão de vezes” que vamos mudar, mas não mudamos.
O apóstolo Paulo definiu bem essa realidade, quando declarou: “O que faço não é o bem que desejo, mas o mal que não quero fazer, esse eu continuo fazendo... Miserável homem que eu sou! Quem me libertará do corpo sujeito a esta morte?” Romanos 7:19 e 24 (adaptado). Somos escravos de fazer o que não queremos. Vivemos prometendo melhorar, mas, para nós, TORNOU-SE NATURAL PECAR e tornou-se ANTINATURAL NÃO PECAR. NASCEMOS ESCRAVOS DO PECADO.
Mas existe uma saída para o problema do pecado.
Pense comigo:
Se Deus criou o mundo perfeito;
Se Ele ofereceu ao homem liberdade de escolha;
Se o homem abandonou a Deus para escolher a Satanás e, por isso o pecado entrou no mundo;
Se nascemos neste mundo “acorrentados” e estamos condenados à morte eterna;
E se Deus ofereceu uma alternativa através da morte de Cristo na cruz...
Então, a decisão certa é ACEITAR o sacrifício de Cristo e MANTER um relacionamento íntimo com Ele.
Você sabe como isso acontece? Bem, você começa a estudar a Bíblia, sente Deus se comunicando com você através dela e corresponde ao chamado, abrindo o coração e a mente. Com sua permissão, Deus puxa você para perto dEle e sua visão da vida passa a ser diferente. Você vai se libertando. Este processo de libertação causa certo desconforto inicial, pois ao mesmo tempo em que Deus está puxando você para cima, Satanás puxa para baixo. Esta é uma fase de transformação, libertação. Mas não se desespere se começar a sentir como se fosse ser “partido ao meio”, pois é exatamente aí que a corda arrebenta do lado mais fraco e você está livre nas mãos de Deus.
Jesus tem nos chamado a viver uma nova vida e somente Ele pode nos libertar do pecado: “... assim também um só ato de justiça resultou na justificação que traz vida a todos os homens.” Romanos 5:18. É muito bom saber que podemos contar com Jesus, sua graça e seu perdão.
Para entender o que é perdão, é necessário compreender o verdadeiro sentido da palavra. “Perdão” significa “perda”, uma GRANDE PERDA. Sabe por que é tão difícil perdoar alguém? Porque, para perdoar, você precisa perder algo. Quando você escolhe perdoar uma pessoa que lhe feriu, você está escolhendo perder.
Jesus mostrou o verdadeiro sentido do perdão. Ele deixou o Céu, deixou Sua glória e desceu para viver nesta Terra como um de nós. E aqui, deixou Sua própria vida em sacrifício pelos nossos pecados, dando-nos uma nova chance.
A Bíblia diz que Jesus “passou por todo o tipo de tentação, porém, sem pecado.” Hebreus 4:15. Ele nunca pecou, então, Ele não merecia morrer. Entretanto, Ele teve a morte mais violenta que alguém pode ter. Ele pagou por algo que não fez.
Você sabe quais foram as últimas palavras de Jesus na cruz? Veja o que está escrito em João 19:30: “Jesus disse: ‘ESTÁ CONSUMADO’!” (ênfase acrescentada). No original grego, o termo “consumado” é “tetelestái”, que quer dizer “está pago”. O salário do pecado foi pago com a morte dAquele que não teve pecado. Por isso, está escrito: “Porque o preço que foi pago para livrá-los da vida inútil que vocês herdaram de vossos pais, não foi com coisa que com o tempo perde o valor, como prata ou ouro, mas custou a vida e o sangue de Cristo, o Cordeiro de Deus, puro e sem pecado.” 1Pedro 1:18 e 19 – NTLH.
Ao saber que Jesus pagou o preço do pecado, qual deve ser sua atitude? Continuar pecando? Veja o que Jesus disse à mulher apanhada em adultério: “Nem eu tampouco te condeno; vai e não peques mais.” João 8:11 – RA.
No tempo em que eu era menino, detestava quando minha mãe me batia e me colocava de castigo. Às vezes, ela me chamava para conversar e me explicava tudo o que eu tinha feito de errado; isso era pior ainda, porque eu sabia que teria que pedir desculpas. No início da conversa, eu sempre sentia raiva da minha mãe, mas depois, a raiva sumia e o amor por ela aumentava ainda mais.
Você já percebeu como é difícil se arrepender e pedir perdão a alguém? Segundo a Bíblia, existem dois tipos de arrependimento: o causado pela TRISTEZA SEGUNDO O MUNDO e o causado pela TRISTEZA SEGUNDO DEUS (2Coríntios 7:10).
O primeiro envolve a tristeza por ter de sofrer as conseqüências do erro cometido. Isso tem a ver com remorso, com fuga. Um exemplo é a atitude de Judas, que ficou horrorizado com as conseqüências de seu ato: “Quando Judas, que o havia traído, viu que Jesus fora condenado, foi tomado de remorso... e, saindo, foi e enforcou-se.” Mateus 27:3-5.
O segundo arrependimento é aquele que o Espírito Santo produz em nosso coração, levando-nos a reconhecer nosso erro e a tomarmos a decisão de não cometê-lo mais. O arrependimento verdadeiro pode ser visto na postura de Pedro que, depois de negar a Cristo, “se lembrou da palavra que Jesus tinha dito: ‘Antes que o galo cante, você me negará três vezes’. E, saindo dali, chorou amargamente.” Mateus 26:75.
Após experimentar o verdadeiro arrependimento, aquele que tinha negado seu Mestre tornou-se um destemido pregador. Pedro teve sua vida transformada pelo Espírito Santo e nunca mais foi o mesmo. Ele experimentou uma mudança de rumo em sua vida. 
Conversão
Fazemos muitas ESCOLHAS na vida. Quando decidimos pelo errado, sofremos as CONSEQÜÊNCIAS. A partir daí, temos duas opções: ou nos afundamos no remorso ou nos arrependemos e confessamos o nosso erro a Deus. Se pedirmos sinceramente Seu perdão, a Bíblia nos garante que “ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.” 1João 1:9.
Todo esse processo nos levará a uma mudança em nossa natureza. Isso é CONVERSÃO. “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados”. Atos 3:19 – RA. Conversão é obra do Espírito Santo e produz uma mudança de direção em nossa vida.
Em sua vida existe alguma coisa que separa você de Deus? Algum pecado escondido que precisa ser confessado e abandonado? Você já experimentou a conversão em sua vida? Deus quer tocar o seu coração agora e quer lhe dar o verdadeiro arrependimento. Ore, confesse seus pecados a Deus e peça a Ele uma nova natureza!
“Então reconheci diante de ti o meu pecado e não encobri as minhas culpas. Eu disse: Confessarei as minhas transgressões ao SENHOR e tu perdoaste a culpa do meu pecado.” Salmo 32:5.

ESTUDO PESSOAL:

01. O que é conversão? Jeremias 4:1 e 4; Isaías 55:7; 2 Coríntios 5:17 (É tomar outro rumo na vida. É voltar para Jesus Cristo [Isaías 9:6 e 10:21] e abandonar o pecado. É ser transformado radicalmente).
02. Quem faz o ser humano se converter? Jeremias 31:18; Romanos 2:4; João 16:7 e 8; João 3:7 e 8 – compare com 1 João 4:7 (Deus, na Pessoa do Espírito Santo. Sem a Terceira Pessoa da Trindade, não haveria um pecadortransformado).
03. Quem deve ser convertido? Lucas 5:32; Lucas 13:3 (todos os que são pecadores e que queremser salvos).
04. Para que a conversão?
Atos 3:19; Lucas 3:3 – para que os nossos pecados sejam cancelados;
Isaías 30:15 – para que tenhamos paz;
     c) 2 Pedro 3:9 - para que a pessoa esteja preparada para encontrar a Jesus Cristo quando Ele voltar com poder e muita glória;
      d) Mateus 4:17 - para que a pessoa esteja preparada para morar no paraíso com Deus
05. Como passar pela conversão? Deve-se dar alguns passos:
      a) Salmo 51:10 - querer
      b) João 16:8-11 – permitir que o Espírito Santo realize a transformação
       c) Romanos 7:14-25 - reconhecer que é um pecador e que sozinho NÃO PODE mudar (ver Lucas 18:9-14);
       d) Salmo 32:5 - confessar os pecados a Deus, em oração (ser humano algum pode perdoar o outro por pecados cometidos contra Deus. Por isto, a confissão é feita diretamente ao Pai, por meio de Jesus Cristo, o único intercessor – ver Daniel 9:9 e 1 Timóteo 2:5).
06. Resultados da conversão
      a) Joel 2:13 – disposição de continuar se arrependendo. De acordo com Jeremias 15:19, arrepender-se envolve:
         (1) voltar para Deus;
          (2) apartar-se do pecado;
          (3) testemunhar do perdão de Deus a outras pessoas.
O mesmo texto de Jeremias 15:19 diz que o resultado é a salvação!
O VERDADEIRO ARREPENDIMENTO, de acordo com a Bíblia, é uma tristeza por ter pecado e que traz benefícios. É a tristeza segundo Deus(ler atentamente 2 Coríntios 7:9 e 10). É um tipo de pesar que leva à mudança e que não causa a depressão. Já o FALSO ARREPENDIMENTO é um remorso por ter errado, mas, que não leva à mudança. Traz desespero e depressão. Só causa malefícios. Esta é a tristeza segundo o mundo (2 Coríntios 7:10).
Não devemos esquecer que o arrependimento também é uma obra de Deus! “Não nos arrependemos para que Deus nos ame, porém Ele nos revela Seu amor para que nos arrependamos”. Ellen G. White, Parábolas de Jesus, pág. 189.
       b) Atos 3:19; 2:38 - aceitação do batismo. O batismo nas águas é uma evidência EXTERNA de uma transformação INTERNA.
      c) Neemias 1:9; Jeremias 18:11; Ezequiel 18:21; Lucas 3:8; Atos 26:20 - obediência à Lei de Deus, prática de boas obras. A verdadeira conversão transformao cristão e o capacitaa andar de acordo com a vontade Deus, expressa nos mandamentos. Não existe conversão sem obediência. Obedecer é o RESULTADO de estar convertido
       d) 2 Coríntios 3:16 – discernimento espiritual;
       e) 2 Timóteo 2:25 – pleno conhecimento da verdade bíblica;
       f) Isaías 19:22 - orações serão atendidas. Haverá cura;
      g) Oséias 12:6 - confiança em Deus;
       h) Isaías 6:10; Ezequiel 18:32; Atos 11:18 - salvação, vida eterna.
07. Quando devo querer a conversão? Zacarias 1:4 (AGORA!).


TESTE:
Devo ser uma pessoa melhor?
É possível viver uma nova vida?
As pessoas mudam?


Marcos 16:15